• Português
  • Español
  • English

Novidades

Moinhos para Laboratórios – A importância da moagem no resultado final da sua análise

Os moinhos são utilizados para redução do tamanho das partículas de uma determinada amostra, em que existe a necessidade de cortar ou rompê-la em tamanho menor com objetivo de atender uma metodologia específica e ao processo ao qual a amostra será submetida.

Contudo, com a moagem, ocorrerá a desintegração da amostra, permitindo o aumento da superfície de contato e consequentemente a melhora na eficiência das etapas sucessivas de preparo, tais como, extração, aquecimento, resfriamento e desidratação, além da uniformidade no tamanho das partículas auxiliando na melhor homogeneização da amostra, bem como melhor separação do componente a ser analisado.

O processo de amostragem compreende uma série de etapas para selecionar as amostras de maneira aleatória ou não, assegurando a representatividade da amostra a ser analisada. Neste caso, a amostra é obtida através de 3 etapas: coleta da amostra bruta, preparo desta amostra em laboratório e seu posterior preparo para análise.

É necessário ter atenção no processo de amostragem e preparo da amostra nas análises laboratoriais. Pensando nisso a Tecnal desenvolveu um e-book com conceitos relevantes destas etapas do processo de amostragem e importância dos moinhos nesse procedimento.

CLIQUE AQUI E BAIXE NOSSO E-BOOK COMPLETO!

Veja Também